E aí, tudo bem? Imagino que você está aqui porque está aprendendo um novo idioma e tem várias questões como por exemplo? “Como é que eu faço para aprender o nome das coisas?”, que basicamente quer dizer “Como é que eu faço para aprender todo o vocabulário que eu preciso para poder falar uma nova língua?” ou “Como aumentar meu vocabulário?”. Siga nossas dicas em baixo que vão fazer você melhorar o vocabulário de uma língua estrangeira.

Sim, essa pergunta é das mais importantes. Afinal, quando aprendemos uma língua estrangeira o vocabulário é um dos elementos essenciais e muitas vezes um obstáculo para quem deseja fluência.

Quem nunca “travou” ao falar uma língua estrangeira por não saber vocabulário?  Você queria dizer, “por favor, me passe o chá”, ou pelo menos dizer “chá”, mas não sabia como dizer “chá”. E aí? Como fazer?

Claro que temos algumas possibilidades como, por exemplo, apontar o objeto, mas nem sempre isso é possível e pode causar confusão.

Para te ajudar nessa cruzada, apresentamos aqui cinco dicas que ajudarão você a aprender as palavras mais importantes que você vai precisar ao falar um novo idioma, como o francês ou o inglês.

Alguns  elementos são fundamentais para se falar uma língua, vamos citar alguns muito importantes: números, indicadores de espaço e tempo, vocabulário do cotidiano, partes do corpo, etc.

E além de dicas práticas muito eficientes trouxemos também diversos jogos para praticar tudo isso on-line.

Para você entender melhor qual e a base de todo trabalho de aprendizado só te digo uma palavra: repetição! Mas repetição não precisa ser uma coisa chata, pelo contrário. É isso que vamos te mostrar.

5 dicas para melhorar o vocabulário de uma língua estrangeira

DICA #1 Todos sabemos a importância que têm os números. Eles estão presentes em quase todas as conversas: preços, horas, números de vôo, etc. Em resumo, saber números é conteúdo fundamental para qualquer língua. Quem não sabe, simplesmente não fala!

A dica é: Leia placas de carro

melhorar o vocabulário de uma língua estrangeira

Temos um jeito especial de encorajar nossos alunos a aprenderem: ler os números nas placas de carros (na língua que você deseja aprender). Sim, isso mesmo: ler os números das placas. Claro, sempre com segurança. Prestando atenção para não causar acidentes de trânsito, evidentemente. Espere o sinal fechar e então leia a placa dos carros que estão na sua frente.

A leitura, em voz alta, vai ajudar você a treinar a pronúncia, e, por conseguinte seu entendimento. Sua capacidade de compreensão oral também aumentará, quando precisar entender alguém dizendo um número será mais fácil.

Além disso, por aparecerem aleatoriamente, você saberá os números “de cor e salteado”, como se diz.

Vamos fazer uma conta rápida – Vocabulário em números

Veja o exemplo: a placa de carro aqui no Brasil é composta por 3 letras e 4 números, por exemplo, AXW 4781. Imagine que os 4 números podem ser lidos individualmente, por dezena, centena ou milhar. Observe: 4, 7, 8, 1 ou 47, 81 ou 781 ou ainda 4.781.

Na prática. Se você se exercitar lendo, digamos, 10 placas por dia serão 10 x 4 (os quatro jeitos de ler, sem falar nas combinações) = 40 números praticados (unidades, dezena, centenas e milhar). E se fizer isso por um mês, será 40 x 30 = 1.200. Isso mesmo, você terá praticado mil e duzentas vezes a pronúncia e a memorização dos números na língua que estiver aprendendo.

Já imaginou?! Mil e duzentas vezes sem você ter reservado 1 minuto sequer para “estudar” o inglês, francês, ou a língua que estiver aprendendo.

Pense bem. O quanto de vocabulário fundamental você pode aprender assim?

Isso só com o tempo que você perderia se deslocando de um lugar para o outro. Use suas horas para praticar e não para perder tempo.

DICA #2 Além dos números outras palavras que nos dão referência no espaço/tempo são aquelas que marcam os momentos: manhã, tarde e noite, dias da semana, meses do anos, estações, etc. Ou seja, também conteúdo fundamental para qualquer língua. Quem não sabe, não fala!

A dica é: Escrever com os dedos

melhorar o vocabulário de uma língua estrangeira

Aqui a dica é relaxante. Experimente escrever, por exemplo, a data na língua que estiver aprendendo após seu banho no espelho embaçado… é espelho embaçado, com o dedo mesmo. Acrescente o período do dia, a estação do ano.

Por exemplo: hoje dia 1o de dezembro de 2015, manhã, primavera. Em inglês: today, the 1st of December 2015, morning, spring. Ou em francês: aujourd’hui, le 1er Décembre 2015, le matin, le printemps. Pronto! That’s it ! Ça y est !

Repita isso todo dia. Após o banho, data no espelho. Procure variar… Vale até escrever só o dia da semana, ou o mês.

Fixação do vocabulário

Com certeza isso vai fixar esse vocabulário no seu cérebro. Lembre-se, os franceses falam francês porque o fazem todos os dias. Esse vocabulário é essencial para marcar um encontro, se referir a um momento específico, em outras palavras dizer QUANDO. Coisa básica para quem quer se comunicar.

Loucura! Dezenas de palavras sem 1 minuto sequer para “estudar” o inglês, o português, ou outra língua nova.

Na prática! No espelho… Isso é otimização do seu tempo. Você quer aprender rapidamente? É a prática do dia-a-dia que vai te ajudar nisso. Mas não pára por aí, vamos continuar…

DICA #3 Dominar o vocabulário de roupas, móveis, utensílios e peças de casa também faz parte desse conhecimento básico, pois necessitamos dele no dia-a-dia.

Por exemplo a frase : “Pegue meu casaco ali na cadeira”, não sai se você não souber dizer casaco (manteau/coat) nem cadeira (chaise/ chair). Ou seja, também é conteúdo fundamental para quem deseja aprender uma língua estrangeira. Quem não sabe, não fala!

A dica é: Brincadeira de criança – Cole “post-its” com o vocabulário que quiser aprender por tudo

melhorar vocabulário de uma língua estrangeira

E aqui a dica vira brincadeira: etiquetas adesivas. Pegue um bloquinho, tipo “post-it”, esses papeizinhos para pequenas notas que são autocolantes. Escreva o nome de cada objeto de seu escritório.

Por exemplo, se estiver aprendendo francês, coloque uma etiqueta com o nome “ordinateur” (computador) no computador de maneira que quando você passe pela frente você veja, e leia a palavra “ordinateur”. Faça isso com os demais objetos.

Não precisa ser tudo, tudo. Mas aqueles mais usados.

Funciona como nas publicidades de outdoor, na frente da qual você passa todo dia e acaba “memorizando” a mensagem ali escrita, tipo tal produto é o melhor para seu cabelo. Só que aqui você vai usar isso em benefício da sua própria aprendizagem e do aumento do seu vocabulário.

Quantas vezes preciso repetir ou ver para memorizar uma palavra?

Estima-se que é preciso uma exposição de aproximadamente 20 vezes para que possamos aprender de fato um novo vocabulário de uma língua. Ou seja, você deve ler, ouvir, escrever ou falar mais ou menos 20 vezes para poder memorizar uma nova palavra.

Claro que algumas vão de primeira, ao passo que outras, às vezes, vão exigir mais vezes e mais tempo. Na média dizemos que são 20 repetições, pelo menos, que precisamos para gravar realmente um conteúdo novo no nosso cérebro.

O fato de você passar pelo seu escritório, sala de estar, banheiro e “sem querer” acabar lendo as palavras que etiquetou faz com que você adquira esse vocabulário praticamente sem esforço (só o necessário para escrever os nomes e colar as etiquetas).

Faça isso com todo o resto, roupas, calçados, objetos de cozinha, tudo o que você precisa saber do cotidiano, para poder se expressar… no cotidiano da nova língua. Esse aumento ou aprendizado de novo vocabulário vai garantir facilidade para comunicar-se.

Troque as etiquetas

melhorar o vocabulário de uma língua estrangeira

Depois de algum tempo as etiquetas vão cair. E quando caírem… troque. Assim você vai dar mais uma chance para memorizar e de quebra vai praticar mais uma vez a ortografia da palavra. Então além do vocabulário em si você pratica também sua ortografia. Já pensou escrever tudo direitinho em inglês ou em francês? É um sonho né?

Exemplo Feliz

Pegue o exemplo da palavra “janela” em francês que é “fenêtre”, com acento circunflexo no segundo “e”. Toda vez que alguém escreve essa palavra pela primeira vez (ou segunda, ou mais até) tem dúvida.

Essa observação sobre o aprendizado da ortografia foi feita por um aluno, muito feliz em ter aprendido isso, porque teve que trocar três vezes a etiqueta de sua janela. Na terceira se deu conta do acento. E, pronto. Nunca mais esqueceu! 🙂

Assim você maximiza suas horas de prática minuto a minuto, sem precisar parar sua vida para memorizar e aprender. E, dessa forma, em pouco tempo você já estará falando e sabendo o que precisa.

DICA #4 As etiquetas são boas, porém para objetos. Como fazemos então para memorizar as partes de nosso próprio corpo. Sim, pé, mão, cabeça. Ia ficar meio esquisito colar post-its com o vocabulário pelo corpo não é?

Ma dizer: “Estou com dor de cabeça” não é possível se você não souber dizer cabeça (tête/head). Ou seja, partes do corpo também têm que ser conhecidas e memorizadas para quem deseja falar uma língua estrangeira. Quem não sabe, não fala! Então, como memorizar?

A dica é: Espelho, espelho meu…

A dica aqui é simples. Em um espelho em casa, escreva com uma caneta hidrográfica (que dê para apagar com pano e água) o nome de cada parte do corpo que você quer aprender.

Na cabeça, por exemplo: os olhos, o nariz, a boca, as orelhas, o cabelo. Escreva esses nomes mais ou menos onde seu rosto vai aparecer. Não precisa ser tudo, também. Mas aquelas mais usadas (clique nas imagens para aumentá-las e ver mais ou menos como fica).

Funciona também como nas publicidades de outdoor. O fato de cada vez que você for se olhar no espelho você ler as palavras escritas, fará com que você as memorize. Simples assim.

melhorar o vocabulário de uma língua estrangeira

E como devemos repetir em torno de 20 vezes para que possamos aprender uma nova palavra, ganhamos tempo e poupamos esforços. Toda vez que formos nos pentear, está lá. Todo o vocabulário, impossível de não ser lido e aprendido.

Simples e divertido

Muito simples, não acha? Pois é, é muito fácil melhorar o vocabulário de uma língua estrangeira assim. O difícil é ter a iniciativa. Pegar a caneta… Eh! Não tem hidrográfica em casa. Serve lápis de sobrancelha. É caro? Então tem que comprar uma “canetinha” hidrográfica… ou emprestar de um amigo. Mas tem que começar hoje. Hoje, e não amanhã. E isso talvez seja o mais difícil.

Aprenda novos hábitos

Então saia da inércia. Aproveite que você viu essas nossas dicas e mãos à obra. Ah! Leia as três primeiras dicas, e coloque-as em prática também. Temos CERTEZA de que serão centenas de palavras que o ajudarão na sua comunicação básica em qualquer língua que estiver aprendendo. Falar francês, inglês ou outra língua qualquer pode estar mais perto do que você imagina, basta querer.

DICA #5 Esta dica engloba todo o vocabulário que você quiser trabalhar. É possível escolher.

Trata-se aqui, na realidade, de duas dicas: jogos de memória e uso do tempo. Sim aqueles jogos da infância. Onde normalmente aparece uma imagem e você deve associar a um vocabulário. Ou seja, aqueles jogos para associar pares. Aqui não tem desculpa. Você pode praticar no computador ou no celular onde estiver.

A dica é: Use o seu tempo “oco”

melhorar vocabulário de uma língua estrangeira

A segunda parte da dica,  que talvez seja principal é a seguinte: você deve procurar usar aqueles “restinhos” de tempo para praticar seu novo idioma, seu novo vocabulário objetivado. Enquanto está esperando um cliente, no ônibus em deslocamento, em uma fila quando tiver um breve espaço de tempo, esse é um momento ideal para melhorar o vocabulário de uma língua estrangeira.

O tempo voa! Estamos o tempo todo ocupados em nossa vida moderna. Porém ao mesmo tempo com diversos pequenos espaços de tempo, entre uma reunião e outra ou entre um deslocamento e outro. E acabamos desperdiçando cinco, dez minutos aqui e ali. Que tal otimizar o uso desse tempo e aproveitá-lo para desenvolver seu vocabulário e suas habilidades em um novo idioma?

30 horas de prática

Entretanto se começarmos, aos poucos, veremos que é possível usar esse pequenos momentos para praticar a nova língua. Novamente, vamos a um pequeno cálculo: cinco minutos por dia.

Apenas cinco minutos, não dez, nem quinze, multiplicado por 365 (dias do ano) são iguais a 1.825 minutos, ou seja, 30 horas de prática. Então com apenas 5 minutos de prática por dia, em um ano você praticou 30 horas. Isso é mais do que o tempo efetivo de prática que você consegue num curso tradicional de língua.

Se você for pensar em uma aula de língua em uma escola tradicional em que você gasta em média 3 horas por semana (digamos 2 aulas de 1h30 por semana), ou seja 12 horas por mês em sala (sem contar deslocamento) digamos cada semestre 4 meses, isso dá 48 h.

Agora se você for pensar bem, na maioria das escolas você divide seu tempo de prática com pelo menos mais 6 a 10 alunos, dessas horas em sala quanto realmente é seu tempo de prática? Da 1h30 em sala quantos minutos você realmente se esforçou para ler, ouvir ou falou? Acredito que nem metade. Se você for incluir o tempo que leva em deslocamento, estacionamento e bate-papo, aí você vai ver que essa conta fecha com poucas horas de prática mesmo e muitas horas desperdiçadas em atividades que não agregam ao seu repertório.

Então, chega desse desperdício. Para aprender um idioma você precisa sim de orientação, de preferência de um bom professor, para te dizer o que é importante em cada momento e como fazer. Mas você não precisa pagar horas e horas a esse profissional. Você precisa que ele te mostre a melhor forma de você praticar seu novo idioma sem perder tempo.

Aprender uma língua pode ser rápido, divertido e eficiente, além de descontraído.

Horas de vôo – A importância das horas de práticas

E como vimos em outro artigo “Há quanto tempo você faz inglês? (ou francês ou a língua que estiver estudando)”, o tempo “de estudo” em língua estrangeira deve ser calculado um pouco como as horas de vôo para um piloto.

Dito de outro modo, o que conta mesmo é o tempo total de horas de prática do idioma, e não apenas a contagem do tempo desde o dia que fez sua matrícula em uma escola de língua.

Para que você entenda a importância disso a única coisa que podemos te dizer é que vocabulário depende de prática e quem não sabe vocabulário básico, não fala! Então vamos praticar?

A dica é: Jogos, eee!

Reunimos apenas alguns, mas que para nós são bastante eficientes e temos certeza de que você vai gostar dos jogos que usamos em sala e recomendamos para nossos alunos. Neles você encontrará um pouco de tudo. Verbos, substantivos, objetos, roupas, etc (clique nas palavras sublinhadas para acessar os jogos).

Quizlet

melhorar o vocabulário de uma língua estrangeira

Para começar, um dos jogos mais completos é o QUIZLET.

O Quizlet é uma plataforma “on-line” com “fichas” de memorização de conteúdo e vocabulário em geral. Aquelas onde aparece a figura de um lado e você tem que adivinhar o outro lado, no caso adivinhar a palavra que representa aquela figura.

Nele você encontra verbos e conjugação, vocabulário em geral (inclusive com imagens, e não a tradução, e o vocabulário na língua alvo).

Você pode jogar no computador ou no celular (basta instalar o aplicativo que é gratuito). Inclusive se quiser pode ingressar em nossos grupos de estudo Vou Falar Francês 1 e/ou Vou Falar Inglês 1 e se estiver aprendendo Português no Vou Falar Português, e utilizar as nossas lições gratuitamente.

Languages on-line

melhorar vocabulário de uma língua estrangeira

Outro site interessante é o languagesonline, do Governo Estadual da Província de Victoria na Austrália. Nele você pode encontrar uma lista (para 10 idiomas diferentes) com em média 35 tópicos  que abordam vários temas essenciais para aprender a se comunicar em uma língua estrangeira. É muito vocabulário!

Alguns desses temas: saudações, meu nome é…, números, Como você está? Quantos anos você tem? Membros da família. Onde você mora? Visitando família, O clima, Introdução ao vocabulário de alimentos, peças, Móveis da casa, etc.

São várias atividades, online ou imprimíveis que com certeza você vai aproveitar muito pois são didáticas e super bem feitas.

Learning Apps

melhorar vocabulário de uma língua estrangeira

O LearningApps.org é um site de iniciativa alemão para ensino e difusão de línguas. Extremamente interessante e divertido. Nele é possível praticar através de diversos tipos de jogos: de seleção, de associação, de seqüência e inclusive escrita como palavras cruzadas, jogo da forca dentre outros.

São diversas atividades feitas por professores do mundo todo e disponibilizadas gratuitamente. Tudo para aumentar seu vocabulário  e seu uso da língua. Basta se inscrever para encontrar jogos de memória, exercícios para completar e muitas atividades super legais.

Conheça e não vai se arrepender.

94%

Além deles, para celulares, um jogo muito interessante é o 94%, onde você deve descobrir o vocabulário ligado a temas, como por exemplo, “Frutas com semente ou caroço”. Funciona assim, você recebe um tema e tem que descobrir o que foi respondido numa pesquisa realizada previamente até totalizar  94% das respostas dadas. É um desafio! Você fica viciado! E aprende um monte de vocabulário novo ou revisa o que já sabe.

Para este jogo é interessante já ter algum conhecimento da língua, assim fica mais fácil evoluir. Você já ter um pouco de vocabulário vai te ajudar a desenvolver e passar de nível. Indicado então para alunos de nível intermediário/avançado ou iniciantes que não estão na primeira fase, ou seja, que já sabem um pouco.

Venha estudar com a gente!

Estas dicas são apenas alguns dos recursos que utilizamos com nossos alunos quando queremos desenvolver o repertório e melhorar o vocabulário de uma língua estrangeira. Se você realmente quer falar uma língua estrangeira, francês ou inglês, não deixe de nos conhecer. Nossos curso são recheados de recursos para tornar seu aprendizado dinâmico, divertido e eficiente.

Essas dicas para melhorar o vocabulário de uma língua estrangeira são apenas a ponta do iceberg de conhecimento e informação que partilhamos com nossos alunos. E, por falar em Iceberg conheça este outro artigo, aqui.

Mas o melhor mesmo é estar acompanhado por um professor, que te ensine pequenas dicas, que facilitam e tornam seu aprendizado sólido, divertido e agradável. Se quiser turbinar mesmo seu idioma, venha estudar com a gente.

Conheça nossos cursos e se encante com a velocidade do seu aprendizado.

Até a próxima e obrigado pela atenção!

Video do nosso Canal do Youtube (Parte 1)

Video do nosso Canal do Youtube (Parte 2)

Video do nosso Canal do Youtube (Parte 3)

Veja Também: